Olá, seja bem-vindo a Portal Atibaia News
POSTADO HÁ 9 DIAS

IBGE abre 136 vagas para contratação de temporários do Censo 2022 em Atibaia

Há 122 vagas para recenseador, onze para agente censitário supervisor, duas para agente municipal e uma para agente administrativo e de informática

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE está com inscrições abertas para o processo seletivo simplificado objetivando a contratação temporária de profissionais para o Censo Demográfico 2022. Em Atibaia, 136 vagas estão disponíveis, sendo 122 para a função de Recenseador, que exige Ensino Fundamental completo; e 11 para Agente Censitário Supervisor (ACS), duas para Agente Censitário Municipal (ACM) e uma para Agente Censitário Administrativo e de Informática (ACAI), funções que exigem Ensino Médio completo. O Censo 2022 terá início em junho e as contratações estão previstas a partir de maio e até o final do ano.

Os interessados nas vagas de ACS (taxa de inscrição de R$ 60,50), ACM (taxa de R$ 60,50) e Recenseador (taxa de R$ 57,50) devem se inscrever até o dia 21 de janeiro por meio do site conhecimento.fgv.br/concursos/ibgepss21 , com as provas agendadas para o dia 10 de abril. Já os interessados na vaga de ACAI (taxa de R$ 44,00) devem se inscrever até o dia 10 de janeiro por meio do site ibfc.org.br , com as provas agendadas para o dia 20 de fevereiro. Há isenção da taxa de inscrição para candidatos cadastrados no CadÚnico e membros de família de baixa renda e também para doadores de medula óssea em entidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde.

As funções de agente censitário contam com benefícios como Vale-Transporte e Vale-Alimentação, carga horária de 40 horas semanais e duração de contrato prevista de cinco meses. A remuneração de ACS e de ACAI será de R$ 1.700,00 e a de ACM será de R$ 2.100,00.

Conforme o IBGE, no caso dos recenseadores a remuneração varia de acordo com a carga horária e a produtividade (estimativa entre R$ 2.000,00 a R$ 4.000,00 por mês). A jornada de trabalho recomendável para os recenseadores é de, no mínimo, 25 horas semanais, podendo chegar a 50 horas na semana, e a duração prevista do contrato é de três meses.

O IBGE preparou um simulador on-line que calcula quanto o profissional vai receber de acordo com a quantidade de residências visitadas e pessoas recenseadas, considerando ainda a taxa de remuneração de cada setor censitário, o tipo de questionário preenchido (básico ou amostra) e o registro no controle da coleta de dados. Para estimar a remuneração, basta informar o município e a quantidade de horas que se pretende dedicar ao trabalho. Segundo o IBGE, a taxa de remuneração varia por diversos fatores, entre eles o acesso ao setor censitário, que é o local onde estão localizados os domicílios visitados.

Todas as etapas do Censo 2022, incluindo as provas, os treinamentos e a coleta dos dados, seguirão protocolos sanitários de prevenção à Covid-19. Além dos procedimentos de segurança, como uso de máscara, álcool em gel e distanciamento mínimo, o morador terá a opção de responder ao recenseador presencialmente, por telefone ou ainda preencher o questionário pela internet. De acordo com o IBGE, de qualquer forma o recenseador terá que ir ao domicílio, seja para realizar a entrevista no local, para obter o telefone do morador ou ainda para fornecer o link e a chave de acesso ao questionário de maneira que o próprio morador preencha o questionário pela internet.

O Censo estava planejado para realização em 2020, mas foi adiado em virtude da pandemia de Covid-19. Mais informações nos sites do IBGE: www.ibge.gov.br ; www.agenciadenoticias.ibge.gov.br ; e www.cidades.ibge.gov.br 

VOLTAR