Olá, seja bem-vindo a Portal Atibaia News
POSTADO EM 24/02/2021 - 21h02

Atibaia atinge 100% de ocupação em leitos públicos de UTI para Covid-19

Pacientes que precisarem de internação poderão ser encaminhados para cidades vizinhas

Por Armando Teixeira Junior

Segundo dados oficiais, fornecidos pela Secretaria Municipal de Saúde, a cidade de Atibaia se encontra atualmente com 100% de ocupação em leitos de UTI ou do SUS destinados ao tratamento da Covid-19. Os dados consideram inclusive os leitos disponibilizados pelo SUS em Hospitais regionais como o HUSF de Bragança Paulista, que nesse momento está com 106% de ocupação, o que significa que pacientes com Covid-19 estão utilizando leitos que deveriam ser destinados para pacientes com outras doenças. 

A tabela abaixo demonstra a situação atual da ocupação de leitos em Atibaia e na Região Bragantina.

Número de leitos no município e sua ocupação atual por residentes de Atibaia e de outros municípios (24/02/2021) 

Número de leitos Regional e sua ocupação atual por residentes de Atibaia e de outros municípios em (24/02/2021)

Informações apuradas pelo Portal Atibaia News, apontam que no momento pacientes que necessitarem de internação em unidades de terapia intensiva não correm o risco de ficarem sem atendimento, pois serão direcionados para cidades vizinhas com leitos públicos disponíveis.

Se um paciente der entrada em uma unidade municipal de saúde e necessitar de internação, essa vaga é solicitada através de um sistema do Estado de São Paulo que gerencia as demandas e encaminha para cidades próximas. No momento a ocupação de leitos do Estado estaria em cerca de 70%.

Com o avanço dos casos de Covid-19, se as ocupações em todo o estado subirem muito, esgotando vagas próximas, haveria a possibilidade da Prefeitura Municipal contratar leitos de unidades de saúde privadas.

O Coordenador do Centro de Contingência, Paulo Menezes declarou na tarde desta quarta-feira, dia 24, junto ao Governador João Dória que: “Se nós olhamos para o futuro, nós temos uma previsão bastante preocupante que é poder esgotar os recursos de leitos de UTI em aproximadamente três semanas”.

Ainda segundo a Secretaria de Saúde de Atibaia, se pacientes do município precisarem de transferência para internação em outras cidades, o transporte ambulatorial é fornecido de forma gratuita.

Outro fator preocupante, que pode ser notado nos dados fornecidos pela Secretaria de Saúde de Atibaia, é que moradores de outras cidades estão se deslocando e buscando atendimento nos hospitais privados da cidade, diminuindo a oferta de leitos para pacientes de Atibaia. No Hospital Albert Sabin, por exemplo, de 7 leitos de UTI ocupados no momento por pacientes de Covid-19, 6 são moradores de outras cidades. No Hospital Novo Atibaia, 50% dos pacientes internados na UTI (4 de 8) são de outras cidades. É possível notar que a situação é semelhante também em leitos de enfermaria.

No momento a população deve continuar atenta as orientações básicas que são continuamente recomendadas desde o início da pandemia, evitar aglomerações, uso de máscaras em espaços públicos, higiene constante das mãos, uso do álcool em gel 70% e distanciamento social mínimo de 1,5 metros em estabelecimentos comerciais, por exemplo.

 

VOLTAR