Olá, seja bem-vindo a Portal Atibaia News
POSTADO EM 07/07/2021 - 10h08

Prefeitura responde sobre reclamações referentes a SOU Atibaia e ao Transporte Público

Desde o início da operação da SOU Atibaia, munícipes reclamaram reiteradas vezes sobre atrasos, poucas linhas disponíveis e lotação de carros

O Portal Atibaia News, em seu “Espaço do Leitor” recebeu novas reclamações sobre atrasos recorrentes nas linhas de ônibus do município.

Desde o início das atividades da empresa SOU Atibaia, muitas reclamações são enviadas por leitores via e-mail e redes sociais, e outras matérias já foram realizadas falando sobre a má condição dos ônibus, sobre o baixo número de linhas disponíveis, sobre a escassez de horários em alguns bairros e sobre a lotação e aglomeração dos carros em alguns horários de pico.

Nas últimas semanas, reclamações de atrasos dos ônibus têm sido constantes, como o relato da leitora reproduzido abaixo:

 

“Imprevistos acontecem, todos sabemos, e tentamos ser maleáveis, mas os atrasos dos ônibus da Sou Atibaia, chega a ser um descaso com os cidadãos do município.

Eu faço o uso da linha 51 - Usina/ Sul Brasil, e há semanas não me lembro de pegar o ônibus no horário. A má administração tem afetado muito a questão dos horários. Segundo os motoristas, não tem pessoal suficiente para realizar as corridas. Dentre as linhas, e nos intermédios de uma linha para outra, as quais são os mesmos motoristas que tem de realizar, os atrasos causados são absurdos, da minha linha pelo menos 30 minutos já é o de costume.

Acho muito insatisfatório questionar de forma educada o atraso (01/07 as 18h45 1°ponto da Rua Adolfo André onde o ônibus costumava passar 18h15), e o motorista informar que no dia seguinte será maior, pois ele tem que fazer outra linha e não vai dar tempo de chegar no horário. Todos cumprimos horário de trabalho, e afins. Se não fosse algo recorrente eu particularmente não teria muito o que reclamar, pois a falta de manutenção, ônibus com problema nas portas por semanas, e demais, já não me assustam mais por serem habituais.

Agora comprometimento com o horário deve ser algo firme, salvando exceções, e não fazendo de tudo uma exceção. Se não dá para cumprir, realize ajuste nas linhas e seus respectivos horários de forma que possam informar em seus canais de comunicação e informação de maneira correta, e possam cumpri-los com pontualidade.”

 

Diante disso o Portal Atibaia News enviou questionamentos a Prefeitura Municipal, através de sua Assessoria de Comunicação que nos atendeu prontamente e respondeu as demandas. A SOU Atibaia, como das outras vezes, foi procurada, mas não respondeu até a conclusão desta matéria.

 


Portal Atibaia News: A Sou Atibaia tem sido alvo de repetidas reclamações de munícipes desde que iniciou a prestação de serviços em Atibaia.  O que o poder público municipal tem feito diante dessas reclamações?

 

Todas as reclamações realizadas são apuradas, por meio de acompanhamento do GPS e se constatada a irregularidade, são aplicadas notificações e multas conforme previsão contratual.

Cumprir horários é um requisito básico para o transporte público. Como a prefeitura se posiciona em relação a reclamação da leitora e de outras pessoas que diariamente passam por esse problema?

 

Os horários de ônibus são realizados, conforme a demanda dos passageiros, pois, apesar de se tratar de um serviço de transporte público essencial, o contrato da empresa prevê o equilíbrio econômico-financeiro.

Já foi falado em outras ocasiões que a pandemia prejudicou muito a operação da empresa em Atibaia, que não consegue operar com mais linhas devido a déficit financeiro com a queda de número de passageiros. Mas as poucas linhas mantidas apresentam reclamações de atrasos, superlotação e má condição dos carros. Por que isso acontece?
 

A demanda da empresa realmente caiu e foi muito prejudicada com a pandemia do COVID-19. O transporte público sofreu em todo o país com o avanço da pandemia e queda drástica no número de usuários. Quanto as denúncias, o que nós orientamos é que todas sejam realizadas através da ouvidoria municipal e no sistema Atibaia Sem Papel (1Doc) para que sejam apuradas e respondidas, inclusive quando são realizadas por esses canais possibilitam o acompanhamento simultâneo do munícipe.


A Prefeitura já cogitou suspender o contrato com a atual empresa e procurar outra capaz de atender de forma mais efetiva a população?


Quanto à quebra de contrato e administração do mesmo, temos a informar que todas as medidas administrativas e legais cabíveis estão sendo realizadas. Trata-se de um contrato de concessão de um serviço essencial e à época da licitação, que se deu em um período anterior à pandemia, a concessionária atual, além de ser a vencedora do processo licitatório, também foi a única que tinha capacidade técnica e apresentou toda a documentação exigida para participar do pleito.

VOLTAR