Olá, seja bem-vindo a Portal Atibaia News
POSTADO HÁ 9 DIAS

Entrega da Elevatória Final Caetetuba aproxima Atibaia das metas da universalização do esgoto

A obra é parte do cronograma de entregas para 2021 na cidade

A Atibaia Saneamento, responsável pelo sistema de esgotamento sanitário da cidade de Atibaia e que mantém Parceria Público-Privada com a SAAE, entregou no último mês a Estação Elevatória Final do bairro Caetetuba, uma melhoria importante para o avanço do saneamento básico no município. A obra é o núcleo central de desaguamento de todos os conjuntos de rede, coletores tronco e também da Estação Elevatória Santo Antônio, gerindo todo o fluxo de esgoto no entorno.

Para comportar o volume de efluentes recebidos, a Estação Elevatória Final conta com bombas hidráulicas e tanques de alta qualidade, além de um sistema de gradeamento construído com equipamentos importados da Alemanha. A obra estava em andamento desde setembro de 2020, paralelamente com a finalização da construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Caetetuba e foi concluída no início de maio deste ano.

Quando o esgoto é coletado das residências, em alguns casos, precisa de um bombeamento auxiliar para ser encaminhado à uma ETE, principalmente nas áreas mais baixas que o nível da rua. A elevação acontece porque há um desnível entre a área de coleta do efluente e o sistema de tratamento. Assim, a elevatória entra em ação para bombear o líquido para que ele seja elevado e conduzido para uma ETE. Outro ponto crucial é que, através de filtros e grades, a elevatória impede a passagem de sólidos grosseiros pelas tubulações, facilitando o processo de tratamento de esgoto e evitando possíveis entupimentos na rede.

“Com a Elevatória Final Caetetuba em funcionamento, grandes melhorias serão notadas no fluxo de tratamento de esgoto no município. Não apenas isso, o benefício também será refletido na saúde dos moradores, já que contribui diretamente para a redução de contaminações e proliferação de doenças associadas à falta de saneamento”, comentou o diretor operacional da Atibaia Saneamento, Sérgio Bovo. Ele reforça o comprometimento da operação para alcançar a universalização do esgoto e promover mais qualidade de vida aos cidadãos atibaienses. A meta da operação é atender toda a população urbana com tratamento de esgoto até 2025.

VOLTAR