Olá, seja bem-vindo a Portal Atibaia News
POSTADO EM 09/06/2022 - 15h25

Governador de São Paulo encerra 31º Congresso Anual da Fehosp em Atibaia

No evento, Rodrigo Garcia destacou a parceria do governo estadual com o setor filantrópico (fotos: Eder Mosna)

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, encerrou, nesta quinta-feira (9), a 31ª edição do Congresso Anual da Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes do Estado de São Paulo (Fehosp), que aconteceu desde o último dia 6, em Atibaia. 
Garcia destacou o trabalho feito pelas Santas Casas e hospitais filantrópicos, especialmente ao longo da pandemia. “A palavra hoje é gratidão. Enquanto pedimos que as pessoas ficassem em casa, as Santas Casas e seus profissionais estavam atendendo a população e, graças a vocês, não tivemos uma tragédia maior”, falou.
Garcia também destacou o programa Mais Santas Casas, anunciado em agosto do ano passado pelo governo estadual e no qual os hospitais filantrópicos terão aporte de R$ 1,2 bilhão por ano. O governador mencionou, ainda, a parceria com as instituições, para zerar a demanda represada de cirurgias eletivas. “O governo estadual pagará duas tabelas SUS para os principais procedimentos cirúrgicos reprimidos, iniciativa para que mais de 530 mil pessoas possam ter a sua cirurgia realizada”, disse. “Vim hoje ao Congresso agradecer essas instituições e falar do esforço que estamos fazendo para apoiar o trabalho que vocês fazem”, acrescentou Garcia.
Também estiveram presentes no encerramento o secretário executivo da Secretária estadual de Saúde, Eduardo Ribeiro Adriano e o superintendente do Iamspe (Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual), Wilson Pollara.
A programação de encerramento contou, ainda, com palestra “Tudo acontece com pessoas e para pessoas”, ministrada pelo presidente do Instituto Butantan, Dimas Tadeu Covas.
Na apresentação, ele lembrou os desafios da pandemia, os caminhos percorridos para o desenvolvimento da vacina contra a Covid-19 e o envolvimento das pessoas durante esse processo, com união e soma de forças. “Motivação é o que faz a diferença. Sou um líder, mas sou aquele que está junto com o time e isso cria um ambiente de segurança, cooperação e criação”, pontuou. 

O diretor presidente da Fehosp, Edson Rogatti, ressaltou os aprendizados proporcionados pelo Congresso e a luta no enfrentamento aos desafios do setor filantrópico de saúde. “Nosso setor continua enfrentando intensas dificuldades financeiras, mas como sempre, não vamos nos deixar abalar, vamos continuar na luta, cobrando as autoridades, não para que nos ajudem, mas para que cumpram com a parte que lhes cabem no financiamento da saúde”, disse. “Nos momentos mais críticos da pandemia, mesmo com todas as nossas dificuldades, em nossas portas, ninguém ficou sem atendimento e assim continuará sendo”, completou.

VOLTAR